• GeneaMundo

Cidadania Italiana

O Reconhecimento à Cidadania Italiana tem apresentado uma crescente procura por parte de brasileiros e outros cidadãos do continente americano, devido a lei italiana que permite ao descendente nascido no exterior adquiri-la através :


1. do Consulado Italiano respectivo à sua cidade/região de residencia;

2. da possibilidade de residir na Itália e fazer todo o processo pessoalmente;

3. da possibilidade de contratar uma consultoria especializada que auxilie no processo de residencia e requerimento na Itália.


Para qualquer das alternativas, será necessário investir tempo e dinheiro para que o reconhecimento seja outorgado. Via consulado é o mais econômico, porém é o que demora mais (em São Paulo, por exemplo, estima-se em 12 anos). Consulte o site do Consulado informa para saber todo o processo: https://conssanpaolo.esteri.it/consolato_sanpaolo/pt/i_servizi/per_i_cittadini/cittadinanza/


Uma consultoria pode ser uma boa opção para quem quer agilizar o processo e dispõe de mais recursos financeiros. Porém sempre é bom estar atento às empresas que fornecem esse serviço. Checar referências da empresa e contatar pessoas que já a utilizaram.


A opção de realizar de forma particular na Itália pode ser menos custoso que contratar uma consultoria, porém deve dispor de mais tempo para reunir toda a documentação e estudar bastante sobre todos os passos, principalmente na etapa de residencia na Itália. Há cursos e profissionais na Internet que ensinam como fazer.


Independente da forma que o reconhecimento pode ser feito, é imprescindível ter ou conhecer as informações do ancestral italiano. E para isso, a genealogia é uma ferramenta poderosa.


Se não possui os dados precisos do seu antepassado que nasceu na Itália, faça suas consultas nos sites de genealogia ou nos contate, pois a partir dessas informações precisas poderá solicitar à Comune Italiana (que seria o nosso cartório no Brasil) o certificado original do nascimento. Sem esse documento nenhuma das alternativas acima para o reconhecimento da cidadania será possível. Dependendo do ano de nascimento do italiano, pode ocorrer ainda que o nascimento não teve seu registro em uma Comune, e sim na Paróquia. Nesse caso, a certidão de batismo (assinada pelo Pároco) deve ser solicitada.


Para o reconhecimento ser concedido é imprescindível fazer a comprovação documental (certidões de nascimento, casamento e óbito) da sua linha ascendente até o italiano. Por isso a pesquisa genealógica pode ser de grande valia, mesmo para casos que não possua parte dessas informações para cada indivíduo da linha.


Uma observação também é se alguém dessa linha ascendente for mulher, atentar ao ano de nascimento do filho, onde apenas a partir de 1948, a lei italiana passou a reconhecer a herança da cidadania. De todas formas, atualmente esse reconhecimento pelo lado materno poder feito por via judicial.


O reconhecimento é um direito e outorga vantagens como poder estudar e trabalhar na comunidade europeia e facilitar a entrada nos EUA como turista, entre outros. Porém esse processo pode propiciar uma viagem inesquecível a suas raízes, entender o esforço e a forma de vida de nossos queridos antepassados e enriquecer seu conhecimento sobre a língua e cultura italianas. Aproveite!


Equipe GeneaMundo
















3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo